x
Este site utiliza cookies. Ao continuar a navegar no nosso website está a consentir a utilização de cookies. Saiba mais
logo
 

 

 

Vimaponto o seu parceiro tecnológico para os Vales Indústria 4.0

 

 

Para apoiar a transformação digital nas pequenas e médias empresas (PME’s) em Portugal, o Governo Português criou a iniciativa Vale Indústria 4.0. Este “vale” tem como objetivo promover a digitalização nas organizações prestadoras de serviços e as candidaturas para a aquisição do mesmo já estão abertas.
 

O A VIMAPONTO, é empresa acreditada no âmbito desta iniciativa, e está preparada para apoiar as empresas interessadas nesta iniciativa

 

Sabendo que a transformação digital não é apenas uma moda passageira, mas sim uma nova forma de estar que representa uma nova oportunidade, a VIMAPONTO ajuda as empresas e organizações na adaptação à era digital.

 

A VIMAPONTO é a entidade devidamente acreditada para ser o seu parceiro tecnológico, para o acompanhar e garantir que não perde esta oportunidade de modernizar a sua empresa.

 

 

 

VALE INDÚSTRIA 4.0 GARANTE 7.500€ A 1500 PME’S

 

 

O Vale Indústria 4.0 é uma iniciativa integrada no programa de incentivos Portugal 2020 e tem como objetivo promover a digitalização das empresas. Esta iniciativa terá impacto em mais de 1.500 empresas, representando um investimento público de 12 milhões de euros.

 

Cada “vale” representa um investimento de 10.000 euros, sendo que 75% do valor corresponde a um fundo perdido, o que significa um investimento de 2.500 euros para as empresas que venham a usufruir do Vale Indústria 4.0.

 

A apresentação de candidaturas é efetuada através de um formulário eletrónico, sendo que a submissão tardia das mesmas pode prejudicar o beneficiário uma vez que, em caso de empate, será cedida a oportunidade à empresa que submeteu a candidatura mais cedo.

 

 

 

 

QUAIS OS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO?

 

 

Para concorrer terá de cumprir determinados critérios impostos ao abrigo do Vale Indústria 4.0. Entre eles destacamos:

 

 

  • Ser uma PME;
     
  • Ter, no mínimo, 3 postos de trabalho (à data da candidatura);
     
  • Ter o IES de 2016 preenchido;
     
  • Não ter candidaturas aprovadas no âmbito da tipologia de investimento “Qualificação das PME”;
     
  • Avaliar, no final, o serviço prestado pela entidade acreditada seleccionada.

 

 

ENTRE EM CONTATO CONNOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES
 

 

 

 

Iniciativas suscetíveis de apoio:

 

 

Implementação de processos associados ao comércio eletrónico

 

 

  • Desenho e implementação de estratégias aplicadas a canais digitais para gestão de mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;
     
  • Lançamento automático de documentos de compra e venda
     
  • Desenho, implementação e otimização de estratégias digitais centradas na experiência do cliente que maximizem a respetiva atração, interação e conversão;
     
  • Desenho, implementação, otimização de plataformas de Web Content Management (WCM), Campaign Management, Customer Relationship Management e E-Commerce;
     
  • Inscrição e otimização da presença em marketplaces eletrónicos;
     
  • Melhoria da presença e ranking dos sítios de comércio eletrónico nos resultados da pesquisa em motores de busca por palavras-chave relevantes para a notoriedade e tráfego de cada sítio – SEO e SEA;
     
  • Desenho, implementação e otimização da presença e interação com clientes via redes sociais – Social Media Marketing;
     
  • Criação e distribuição de conteúdos digitais (texto curto, texto longo, imagens, animações ou vídeos) dirigidos a captar a atenção e atrair os clientes-alvo para as ofertas comercializadas pela empresa – Content Marketing;
     
  • Colocação de anúncios à oferta da empresa em sítios de terceiros, incluindo páginas de resultados de motor de busca - Display Advertising;
     
  • Tradução das estratégias inscritas nos pontos anteriores para visualização e interação de clientes em dispositivos móveis, nomeadamente smartphones e tablets - Mobile Marketing;
     
  • Recolha, tratamento, análise e visualização de grandes volumes de dados gerados a partir da navegação e interação de clientes em ambiente digital por forma a identificar padrões, correlações e conhecimento relevante que robusteçam os processos de gestão e tomada de decisão - Web Analytics;

 

 

 

Implementação de outros processos associados à Indústria 4.0, tais como:

 

 

  • Sistemas de interconexão;

  • Sensores (Smart sensors e sensing entreprise);

  • Comércio eletrónico;

  • Big data;

  • Realidade aumentada;

  • Fabricação aditiva (additive manufacturing / Impressão 3D);

  • Cloud (informação na nuvem);

  • Inteligência artificial;

  • Sistemas ciber-físicos (tecnologias de informação e comunicação;

  • Robótica;

  • Cibersegurança;

  • Machine-to-Machine (M2M) e Human-to-Machine interfaces;

  • Ferramentas para Manufacturing as a Service (MaaS);

  • Apps for manufacturing; Sistemas para Produção Inteligente e Flexível;